lundi 29 juillet 2013

SEXTA-FEIRA, ESPERAMOS VOCÊ AQUI EM FLORIANÓPOLIS!


jeudi 25 juillet 2013

NA PRÓXIMA SEMANA, NO DIA 2 DE AGOSTO EM FLORIANÓPOLIS!


AUTOR: H. WOLF E SEU LIVRO OS PRIMEIROS DIAS DE 36 HORAS

Um paulistano que vive com a mulher e os filhos como se vivesse na última ilha no meio do caminho entre a civilização e a inevitável solidão que a (in)delicadeza das boas intenções dá

2005-2007 escreve "Os Primeiros Dias De 36 Horas"
2008-2009 escreve o filme bilíngue "24 Dias Para Morrer"
2012 cria o jogo "TRAL", que define uma nova escrita - versão Tabuleiro e versão Web
2013 cria a versão Game Show televisivo do "TRAL"; escreve o curta-metragem "Flesh Is Crime"; define as bases do "Pós-Médio" (curso para o final da adolescência); e inicia a escrita do livro "Limites Inoportunos De Uma Tragédia"..  





OS PRIMEIROS DIAS DE 36 HORAS”      H. Wolf

Uma obra original e ousada que, além de prender o leitor com a estrutura da narrativa, traz algumas curiosidades: os quatro personagens principais não têm nome, são apresentados apenas como o Transformador, o Vivenciador, o Incitador e o Observador; ao longo das páginas, em momento algum, o leitor encontrará um verbo no gerúndio e tampouco algum advérbio de modo terminado em “mente”.
Esta ficção mostra como o protagonista começa a viver dias de 36 horas, em vez de 24. Descreve também a maneira nova como ele vê, a partir dessas 36 horas, todas as ocorrências do dia, bem como o novo jeito de se relacionar com os períodos da manhã, tarde, noite e madrugada.
O Transformador põe em prática sua grande descoberta, a capacidade de modificar alguém. Uma vez transformado, o Vivenciador luta para entender e aceitar o fato de estar diferente. O Incitador mostra, por meio de exemplos, como viver uma transformação, e o Observador, por todo o livro, expõe suas conclusões e indica caminhos.
As imagens que atravessam o livro vão desde as galerias subterrâneas de uma grande cidade – que escondem experiências relacionais entre homens e mulheres – até as configurações de duas praias como causadoras de dúvidas torturantes existenciais para um navegador indeciso. Marcado pelo desconcertante capítulo 4, o livro leva o leitor a, no mínimo, pensar sobre possíveis mudanças, ainda que pequenas. Pois entrega a ele, leitor, um panorama derivado daquela que está entre as mais impensáveis mudanças: a do próprio dia.
Sem dúvida, o protagonista é alguém marcado por uma das formas mais comuns da inadequabilidade, que o faz buscar, sem que saiba, uma nova maneira de viver a realidade. Acha mais que um jeito novo, acha uma nova realidade, que traz a ele a observação, como nunca antes, do dia por inteiro - aliás, dia que consegue a proeza de, em sua estrutura, ser diferente tanto do anterior quanto do seguinte.


1° Concurso Internacional de Literatura da ALACIB

A ALACIB é uma Associação Literária sem fins econômicos, com sede e foro em Mariana, Minas Gerais, CNPJ 10778442/0001-17. Tem por objetivo a difusão da cultura e o incentivo às Letras e às Artes, de acordo com as normas estabelecidas no seu Regimento.
Diretoria da Academia de Letras, Artes e Ciências Brasil
Presidente Fundadora: Andreia Aparecida Silva Donadon Leal
Presidente Executivo: J.B.Donadon-Leal
Vice-Presidente: J.S.Ferreira
Secretário-Geral: Gabriel Bicalho
Promotora de Eventos Culturais: Hebe Maria Rôla Santos
REGULAMENTOS DISPONÍVEIS NO SITE DO JORNAL ALDRAVA CULTURAL

TEMA: LIVRE
NÚMERO DE PÁGINAS: Livre

1° CONCURSO INTERNACIONAL DE LITERATURA DA ALACIB e 1° CONCURSO INTERNO DE LITERATURA DA ALACIB


1° CONCURSO INTERNO DE LITERATURA DA ALACIB

Acessem:
http://www.jornalaldrava.com.br/pag_alacib_concurso_2013.htm


Lançamento Manual Book-in a Box!


mercredi 24 juillet 2013

JAZZ EM GENEBRA


SARAU EM BELO HORIZONTE


FEIRA DO LIVRO EM COTIPORÃ



mardi 23 juillet 2013

Jornal Sem Fronteiras: Importante sobre a Bienal do Livro



Atenção Escritores,

A próxima edição do "Jornal Sem Fronteiras" será distribuída na "Bienal do Livro - Rio de Janeiro". Faremos uma tiragem dobrada, com 10 mil exemplares e só na Bienal serão distribuídos 5 mil exemplares. Os demais serão distribuídos por todo o Brasil, através de nosso colunistas.
Portanto, vamos fazer um Caderno Especial com uma apresentação literária dos escritores e seus livros, conforme modelo em anexo. Apresentaremos esses escritores como destaques da Bienal. 

Como vai ser?
* A edição bimestral será referente a agosto/setembro;
* Na capa do caderno haverá uma matéria sobre a Bienal;
* Serão 4 ou 5 escritores por página e eles serão apresentados como destaques literários;
* Os escritores que estarão presentes, autografando, poderão também colocar seu horário e stand;
* Os escritores que não estão autografando na Bienal também poderão participar, pois colocaremos o stand da editora ou local de venda;

Custo: 
R$100,00 podendo ser pagos em duas parcelas de R$50,00 (julho/agosto)

Material a ser enviado:
No espaço, o escritor poderá colocar:
* Uma foto pessoal;
* Uma capa de livro;
* Um release pessoal;
* Um release do livro;
* Informações básicas do livro (valor, número de páginas e editora)
* Dados para venda (para os ausentes) e ou hora do autografo (para os que estarão presentes).

 Prazo para participação:
Imediata. Estamos fechando o caderno até a próxima semana.

Participe!!!
Dinamize a sua divulgação!

Mayra Soares
Assessora Sem Fronteiras







Alegria de viver / Von der Freude am Leben

Alegria de viver / Von der Freude am Leben

Dias culturais em alemão e português no Interim
Na Sexta-Feira, dia 04. outubro, e no Sábado, dia 05. outubro de 2013

Sexta-Feira, dia 04 de outubro de 2013

19.30 h.
Abertura
Sergio, Beija-flor poeta

19. 40 h.
Lúcia Amélia, diplomada em Contabilidade, Estética e Teologia Internacional. Além de autora, cantora, compositora , escritora é fundadora Presidente da ONG MADALENA’S ,
vai apresentar o projeto Madalena`s - Prevenção contra a exploração sexual e o tráfico de seres humanos no Brasil e na Europa.

20.15 h.
Voz e violão com o músico, compositor e poeta
Marcos Assumpção
“ Marcos Assumpção revela extraordinária qualidade vocal, com domínio absoluto sobre graves e agudos de elasticidade de algumas oitavas. Sua interpretação impressiona pela concentração e a versatilidade de cantar e se acompanhar ao mesmo tempo, ora no violão, e algumas vezes no teclado, dependendo do gênero que esteja apresentando. Um artista simples, de fácil comunicação com o público”
                Franklin Netto  ( Visconde do Rio Branco / MG - 2010)

Sábado, dia 05 de outubro de 2013

15.00 h.
Leitura para crianças com Rosana Rios.
“Rosana Rios nasceu em São Paulo, Brasil, onde vive com a família. Tem graduação em Arte-Educação pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo, foi roteirista de programas infantis para a TV Cultura de São Paulo e outras emissoras. É autora de Literatura Infantil e Juvenil desde 1988, e já publicou mais de 100 livros em 16 editoras. Recebeu vários prêmios literários. 


 19. 30 h.
Abertura por Robert Motzet, Editor e Redator

19.35 h.
Ritschie Heinrich, Sanfona


19.40 Uhr
Introdução do novo livro de Sergio, Beija-flor poeta
“A dança das Flores”
Por  Franz J. Herrmann, Autor.

19.45 h.
Apresentação do livro
Tanz der Blumen – A dança das Flores, por Sérgio, beija-flor-poeta
Editado pela Bücherbaukasten K. Motzet Verlagsgesellschaft mbH


20.20 h
Ritschie Heinrich, Sanfona

20.25 h
Pausa

20.35 h.
Introdução do livro do poeta Franz J. Herrmann, (Quem foi Fernando Rey?)
por Sergio, beija-flor poeta

20.40 h.
Ritschie Heinrich, Sanfona

20.45 h.
Apresentação do livro de poesias Fernando Rey
o autor Franz. J. Herrmann apresenta suas poesias

21.20 h.
Pausa

21.25 h.
Voz e violão com o músico, compositor e poeta
Marcos Assumpção.




Endereço do local do evento:
Interim,
Am Laimer Anger 2, 80 687 München,

Freservas de bilhetes: Tel.: 089/54 66 29 51

Preço dos bilhetes:
Sexta-Feira: 10 Euro

Sábado: 10 Euro

Entrada para as duas noites: 15 Euro

A leitura no Sábado é livre para as crianças.

Organizador:
Sérgio, Beija-Flor-Poeta



Grupo Cataversos da Mooca

GRUPO CATAVERSOS DA MOOCA


“NO BAIRRO MAIS ROMÂNTICO DE SÃO PAULO,
O SARAU MAIS CHARMOSO DA CIDADE”

     SÁBADO – 27 DE JULHO – 15 horas

MÚSICA – LITERATURA – HUMOR

MICROFONES A DISPOSIÇÃO DE QUEM QUEIRA MOSTRAR O SEU TALENTO
COLOQUE NO ROSTO O SEU SORRIZO MAIS BONITO
E VENHA SER FELIZ COM A GENTE

LOCAL
NÚCLEO DE TERAPIAS FLOR DE LÓTUS
Rua Guaimbé, 48 – Mooca

Próximo ao Hospital CEMA

lundi 22 juillet 2013

Feira de Livros Infanto=Juvenis


Clube de Leitura da APL

Novo projeto de incentivo à leitura já tem 2º encontro marcado

O Clube de Leitura da Academia Paulista de Letras teve grande sucesso na realização do seu 1º encontro, que debateu o livro A DISCIPLINA DO AMOR, de Lygia Fagundes Telles.
O projeto Clube de Leitura, que tem a coordenação geral dos escritores Anna Maria Martins e José Fernando Mafra Carbonieri e trabalho executivo do produtor cultural Antonio Clementin, já tem o segundo encontro marcado.

Será no dia 1º/8/13, quinta-feira, às 19 horas, com a leitura do livro RECORDAÇÕES DO ESCRIVÃO ISAÍAS CAMINHA, de Lima Barreto. Resenha do livro: http://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=85012

Os interessados devem começar a ler o livro indicado e confirmar sua presença no 2º encontro do dia 1º/8/13, às 19h. Os nomes confirmados receberão mensagens específicas das mediadoras.

Este é o site do Jornal Rascunho: http://rascunho.gazetadopovo.com.br/ , recomendado pelo Dr. Mafra como um excelente periódico de Literatura. 

Presidente da UBE é homenageado

No dia 25 de julho, Dia do Escritor, a Academia Nogueirense de Letras confere ao companheiro o título de membro honorário.
No ofício em que o convite é encaminhado, o autor da homenagem, Dr. Camilo Martins justifica a escolha da seguinte maneira: 

"A escolha e indicação do V. nome foi especialmente feita pelo presidente da ANL, pelos relevantes serviços que V. Excia. realiza com destaque na literatura Paulista e Brasileira e os serviços prestados junto à comunidade literária, as gestões culturais que realiza, e os que ainda, certamente, serão efetuados, dadas a disposição e o desprendimento que V. Excia. tem mostrado no desenvolvimento de V. atividade administrativa na UBE, bem como em outras, principalmente com a bandeira da lealdade, da justiça, da igualdade, com otimismo e total transparência."

Troféu Juca Pato

Inscrições para candidatos encerram-se no próximo dia 31 de julho.

Lembramos que o Prêmio Intelectual do Ano não é um prêmio literário, mas uma láurea conferida a personalidade que, tendo publicado livro de repercussão nacional no ano anterior, tenha se destacado em qualquer área do conhecimento e contribuído para o desenvolvimento e prestígio do país.
Poderão ser inscritos, como candidatos, autores de livros significativos para a cultura nacional, em qualquer gênero, se publicados em primeira edição no ano anterior.
Os candidatos serão indicados por trinta (30) associados da UBE de São Paulo, no mínimo, em dia com a tesouraria da entidade, por meio de pedido escrito, em que a indicação seja justificada. Nenhum associado poderá assinar mais de uma indicação a candidato.
Consulte o regulamento integral do Prêmio Intelectual do Ano 2013 no site
www.ube.org.br

samedi 20 juillet 2013

E O QUE TEM NO VARAL?

- Estão circulando nossas últimas revistas: Varal de julho/agosto com o tema Segredos & Pecados e a edição especial Varal do Livro.
Leia aqui:
Varal do Livro: http://fr.scribd.com/doc/153686549/Varal-Do-Livro-2013
Varal de julho/agosto: http://fr.scribd.com/doc/149855997/Varal-No-24-Julho-Ago-2013

Ou peça pelo nosso e-mail varaldobrasil@gmail.com

- As inscrições para a edição de setembro estão encerradas

- As inscrições para novembro (com tema livre) estarão abertas a partir de agosto

- Dia 2 de agosto, em Florianópolis, na Assembleia Legislativa do Estado, lançamento do livro Varal Antológico 3

- Estão abertas as inscrições para o livro Varal Antológico 4 (veja regulamento aqui no blog, no sido do Varal 
(www.varaldobrasil.com) ou peça pelo nosso e-mail varaldobrasil@gmail.com

- Em agosto abrem-se as inscrições para o 28o Salão Internacional do Livro e da Imprensa de Genebra - Suíça, com o stand do Varal do Brasil (veja fotos de nossas participações anteriores no nosso site www.varaldobrasil.com)



Crônica da Urda

TEMPOS FELIZES 7 
                  - Grande amor
================================== 


(Excerto do livro "Meu cachorro Atahualpa, publicado em 2010)

                                  - Quando está aqui, ele não descansa o suficiente – me conta Rosiani. Cada pessoa da família dela tem um horário diferente para sair ou para chegar do trabalho ou da escola, e a cada um que chega ou que sai Atahualpa tem que ir encontrar a pessoa, pular, lamber, fazer festa – quando se acomoda para descansar de novo, de novo há alguém para chegar ou para sair, e a atividade dele recomeça. Pelo tanto que ele gosta de todos de lá, penso que não pode haver um lugar melhor para um cachorrinho ficar. Já me aconteceu de viajar por três semanas seguidas para fora do Brasil e meu cachorro ficou na casa da Rosiani, e eu telefonava de muito longe e pedia para falar com ele, e ficava dizendo coisas assim:
                                   - Meu amor, estás aí? Atahualpa, estás me ouvindo? É a tua Urda! Tu estás bem? – e outras coisas assim que a gente fala para grandes amores, e quem pegava o telefone, depois, me contava como ele abanava o rabo enquanto me ouvia – mas depois ia brincar sem trauma.
                                   Foi a viagem mais longa que fiz depois que o tenho, e estava em Cochabamba, na Bolívia, quando Hana me mandou algumas fotos do meu bichinho. Num café cibernético de um país estranho eu chorei desconsoladamente, de tanta saudade dele!
                                   No final da viagem, quando peguei o último avião para voltar ao Brasil, e fiquei olhando, lá embaixo, as belezas deste meu continente tão amado, de repente me veio uma indagação: e se quando eu chegasse de volta Atahualpa tivesse me esquecido? Se ele não me quisesse mais?
                                   Aí meu coração pareceu parar, e todas as belezas e coisas boas vistas e acontecidas durante a viagem deixaram de ter sentido, e naquele avião onde a luz do por do sol entrava pelas janelinhas eu me pus a chorar doloridamente, muito doloridamente, temendo o nosso reencontro.  O que seria de mim se Atahualpa já não me quisesse?
                                   Esquecia-me de que há amores que são eternos, não importa o que aconteça. Pessoas vieram e foram da minha vida; outras virão e talvez também partirão, mas o amor de um cachorrinho é algo que não muda, que fica para sempre. 
                                   Neste momento em que escrevo isto é um final de tarde de chuva e estou sentada na varanda da nossa casinha rosa e branca. Ao meu lado, Atahualpa dorme e vela, pois o sentido da vida dele é este de estar comigo e cuidar para que tudo esteja a contento ao redor.  Nada me assombra, me assusta ou me dá medo quando estou com Atahualpa, e penso que com ele a coisa deve ser um pouco parecida.
                                   Quando peguei Atahualpa naquela agropecuária, pequenino e doentinho, fiz as contas de quanto vive um cachorro: ele morreria mais ou menos na época em que eu deveria ir para um ancionato, e acho que vai ser assim mesmo. Não terei mais tempo de ter um outro cachorro depois dele. Sei que há sempre tantos cachorrinhos precisando de um lar, filhotes e adultos abandonados por gente sem coração, mas quando Atahualpa se for, já será muito tarde para eu começar outra história de amor. Pela lógica da natureza ele partirá antes de mim, e eu desejo muito que seja assim, pois não sei o que seria dele se eu o deixasse para trás. Não sei como poderei viver sem ele, mas já tive tantas perdas dolorosas na vida que penso que saberei suportar. Ele, no entanto, só tem a mim como seu grande amor.
                                   O que espero? Espero que as crianças que estão crescendo hoje tenham muito amor no coração, e no futuro peguem para si aqueles cachorrinhos abandonados que eu já não poderei pegar, e que dêem a eles o mesmo tanto de amor que eu dou a Atahualpa.
                                   Daqui a seis dias, no dia 02 de outubro de 2010, meu cachorro Atahualpa completará três anos. Feliz aniversário, meu bichinho querido! Fica este livro como o presente que sei lhe dar!



                       Blumenau, 26 de Setembro de 2010, 18:14 horas. 


Programa de TV Sem Fronteiras - Em Breve, mais perto de você!

EM BREVE!!!!!!!!!!!!!

O Programa "Sem Fronteiras com Dyandreia Portugal", fechou o contrato com a nova produtora.

Até o final do ano, mais informação, mais cultura, mais mídia para você!



Trecho da obra A Filosofia da Liberdade

Rudolf Steiner

...Enquanto atuo, impele-me a máxima moral enquanto pode viver em mim intuitivamente. Esta máxima está unida ao amor pelo objeto que quero realizar em meu ato.Não pergunto a ninguém nem a nenhum código moral se devo ou não realizar o ato em questão, mas executo-o tão logo concebo a idéia do mesmo. Só assim tal ato é um ato meu.
O ato daquele que age só por  acatar certas normas morais é  o resultado dos princípios contidos em seu código moral. Neste caso ele é só um executor, uma espécie de autômato superior. Não precisa mais do que introduzir em sua consciência um estímulo para a ação, e imediatamente a engrenagem dos seus princípios morais põe-se em movimento e funciona da forma prescrita para executar, seja um ato cristão, ou humanitário, ou de altruísmo, ou destinado a contribuir com o progresso cultural. Mas se me deixo guiar por meu amor ao objeto, sou, só então, eu mesmo quem age.
Uma vez situado neste nível da moral, não guiam meus atos  nem um amo,nem uma autoridade exterior, nem a chamada voz interior. Não admito nenhum princípio exterior de meus atos, pois encontrei em mim mesmo a causa da minha conduta, isto é, o amor pela ação.
Não examino com o intelecto, se minha ação é boa ou má, mas executo-a porque a amo. Será “boa” se minha intuição impregnada de amor estiver de forma adequada, dentro da continuidade do mundo experimentada intuitivamente; e “ má”, em caso contrário.Tampouco me pergunto, então, como agiria outra pessoa em meu caso, mas atuo como eu, personalidade particular, tenho necessidade de atuar.
Não me induzem de modo imediato nem o hábito comum, o costume geral, nem um princípio válido para todos os homens, tampouco uma norma moral, mas meu amor  pela ação. Não sinto coação alguma, nem da natureza, que me guia em meus apetites, nem dos mandamentos morais, mas quero simplesmente executar aquilo que se encontra em mim.


Trecho extraído da Obra a Filosofia da Liberdade de Rudolf Steiner, pg. 89. Tradução de Alcides Grandisoli. Editora Antroposófica, São Paulo.  Segunda edição, 1988.


*Enviado por Gildo Oliveira

vendredi 19 juillet 2013

2º SALÃO DE ARTES PLÁSTICAS DO MHEx e FORTE DE COPACABANA




2º SALÃO DE ARTES PLÁSTICAS DO MUSEU HISTÓRICO DO EXÉRCITO
E FORTE DE COPACABANA 2013




REGULAMENTO


Capítulo I

Dos fins

Art. 1º - O  2º Salão de Artes Plásticas do MHEx/FC destina-se a estimular e difundir manifestações das artes plásticas,  tendo como participantes artistas da comunidade em geral.


Capítulo II

Da organização

Art. 2º – O  2º Salão de Artes Plásticas do MHEx/FC realizará a exposição dos trabalhos no Salão de Exposições Temporárias I do MHEx/FC entre os dias 24 a 29 de setembro de 2013.

Art. 3º - Para Administração do Salão estão previstas a constituição de duas comissões:


Art. 4º - A Comissão Organizadora será constituída pelo Comandante e Diretor do MHEx/FC, pelo Chefe da Divisão de Comunicação Social e pelo Chefe da Divisão Técnica do MHEx/FC.

Art. 5º - A Comissão Julgadora (juri) será composta por até seis membros, sendo de até cinco renomados artistas plásticos, convidados pela Comissão Organizadora, e o Comandante e Diretor do MHEx/FC, que presidirá.


Capítulo III

Das atribuições dos Elementos Componentes


Art. 6º - Compete a Comissão Organizadora:

I -  Promover a publicidade do Salão;

II – Determinar as datas para: inscrição, recebimento, julgamento das obras, devolução das obras, inauguração e encerramento do salão

III – Enviar os convites para os componentes da Comissão Julgadora;

IV – Receber as obras de acordo com o Capítulo IV deste Regulamento;

V – Restituir as obras que não foram classificadas após encerramento do salão;

VI – Determinar a quantidade de obras que poderão ser selecionadas para a exposição,
levando-se em conta o espaço físico destinado para tal;

VII – Resolver os casos omissos neste Regulamento.


Art.7º – Compete a Comissão Julgadora proceder  o julgamento atribuindo os prêmios estabelecidos.


Art. 8º - A Comissão Julgadora deverá recusar:


I – Obras entregues fora do prazo conforme estabelecido no Capítulo IV;

II – Obras que não possuírem a identificação numérica do artista gravada na tela; na ocasião da inscrição.

III – As obras que estiverem assinadas pelos artistas;

IV - Obras que estiverem fora das dimensões das telas estabelecidas pelo salão.

V – Telas  molduradas;

VI – Obras que não estiverem de acordo com o tema exigido.


Capítulo IV


Da Inscrição e Julgamento


Art. 9º - A inscrição ocorrerá da seguinte forma:

I – A inscrição é gratuita e será realizada de 29 de julho a 02 de agosto e de 05 a 09 de
agosto de 2013, de segunda-feira a quinta-feira no horário de 10:00h às 15:00h e na sexta-feira das 09:00h às 11:30min.

II – Cada concorrente poderá apresentar apenas um trabalho;

III – No ato da inscrição o artista preencherá a ficha de inscrição anexa, com as informações abaixo:

a) Nome completo por extenso em letra de imprensa e anexar à inscrição, cópias da carteira de identidade e CPF;

b) Endereço completo, telefone residencial, telefone celular e e-mail;

c) Técnica utilizada e dimensões da tela;

IV – O artista deverá estar com a tela em branco no ato da inscrição para que a mesma seja identificada pela equipe de inscrição do MHEx/FC;

V – As telas deverão ter as dimensões compreendidas até 1m x 0,80m;

VI – O artista não poderá assinar a obra

VII – As obras terão como tema Fortes e Fortificações (nacionais e estrangeiras);

VIII - O Salão comportará apenas pinturas nas técnicas óleo sobre tela, acrílico sobre tela e mista, todas sem moldura;


Art. 10 – O julgamento ocorrerá da seguinte forma:

I -  Serão desclassificados os artistas que descumprirem qualquer um dos itens mencionados no artigo anterior, em parte ou em sua totalidade;

II – O julgamento ocorrerá no dia 12 setembro de 2013;

III – A divulgação das obras premiadas ocorrerá a partir do dia 13 de setembro de 2013.


Art. 11 – Os trabalhos que não forem premiados serão restituídos aos artistas após a realização do período de exposição.


Art. 12 - As dez (10) obras premiadas serão incorporadas ao acervo do museu.


Art. 13 – As obras só poderão sair do salão após o encerramento do período de exposição.


Art. 14 – A retirada dos trabalhos é de exclusiva responsabilidade dos concorrentes e ocorrerá sempre no local da inscrição (Sala de Recepção).


Art. 15 – O  prazo para a retirada das obras que não foram premiadas será  de 01a 03 e de 08 a 10 de outubro de 2013 das 10:00h às 15:00h na sala de recepção do Forte de Copacabana. As obras que não forem retiradas no referido prazo serão incorporadas ao acervo do museu.


Capítulo V


Dos Diplomas


Art. 16 – Serão conferidos diplomas de participação do 2º Salão de Artes Plásticas do MHEx/FC 2013 a todos os concorrentes


Capítulo VI


 Dos Prêmios


Art. 17 – Aos Classificados serão atribuídas as seguintes premiações em valor líquido:


I – Prêmio 1º colocado –  R$ 5.000,00 (cinco mil reais);

II – Prêmio 2º colocado – R$ 4.000,00 (quatro mil reais); 

III – Prêmio 3º colocado – R$ 3.000,00 (três mil reais);

IV – Prêmio 4º colocado – R$ 2.000,00 (dois mil reais);

V - Prêmio 5º colocado – R$ 1.000,00 (um mil reais);

VI -  Prêmio 6º colocado – Menção honrosa; (medalha)

VII -  Prêmio 7º colocado - Menção honrosa; (medalha)

VIII-  Prêmio 8º colocado - Menção honrosa; (medalha)

 IX -  Prêmio 9º colocado - Menção honrosa;  (medalha)

 X -  Prêmio 10º colocado - Menção honrosa. (medalha)



Capítulo VII



Das Disposições Gerais



Art.18 – O  2º Salão de Artes Plásticas MHEx/FC obedecerá ao seguinte calendário:


I – Inscrições: de 29 de julho a 02 de agosto e de 05 a 09 de agosto de 2013 de segunda-feira a quinta-feira das 10:00h às 15:00h e na sexta-feira das 09:00h às 11h30min;

II – Entrega das pinturas: Entre os dias 09, 10 e 11 de setembro de 2013 das 10:00h às 15:00h na sala de recepção;

III – Julgamento: dia 12 de setembro de 2013;

IV – Divulgação das obras premiadas: A partir do dia 13 de setembro de 2013;

V – Vernissage e premiação: 24 de setembro de 2013 às 18:00h;

VI – Exposição no Salão de Exposições Temporárias I: de 24 a 29 de setembro de 2013.


Art. 19 – Os prêmios serão entregues pelo Diretor do Museu Histórico do Exército e Comandante do  Forte  de  Copacabana  juntamente  com  os  patrocinadores,  na  solenidade  da  premiação  no Vernissage.


Art. 20 – A montagem da exposição será de responsabilidade da Divisão Técnica do MHEx/FC.


                                                                     Rio de Janeiro, RJ,    de                de  2013.

                         ___________________________________________________________      
                      JEFFERSON LAGES DOS  SANTOS – Cel

                                         Dir MHEx  e Cmt FC

36 anos sem Elvis Presley

Você pode levar este maravilhoso show para seu público (também disponível em formato pocket).  Solicite orçamento sem compromisso.

Queridos Amigos, 

Dia 16 de Agosto de 2013 inacreditavelmente completam-se 36 anos sem Elvis Presley. 

Que tal relembrar a data de uma forma que nunca foi feita?

Com um show "Anti-Cover" de Elvis Presley?

Conheça este empolgante espetáculo em: www.the-number-one.org/musical

Abraços, aguardo seu breve contato,

Cesar Faria
Assessor
21 2548-3508

21 9617-6886 tim

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...