mardi 31 mars 2015

Perdi a voz de tanta emoção


Quando ao sentir o sabor...
Do teu beijo!
Provocou-me tamanha reação.
A surpresa foi tão grande!
Que perdi a voz.
De tanta emoção...
 Meus pés até alçaram-se do chão!
***
Tal o impacto que o mesmo...
Causou-me!
Jamais pensaria.
Eu um simples mortal.
Que um anjo de tanta beleza.
E tanta candura...
Dela eu iria receber,
Uma dádiva tão especial.
***
Tu és tudo que sonhei...
Na minha longa caminhada.
De um dia viver.
Sempre junto da mulher que sonhei...
Ou seja, da mulher amada.


Vivaldo Terres.


A semana santa


A Semana Santa nos alcança mais uma vez, sendo de vital importância para que as pessoas possam refletir sobre o martírio de Jesus Cristo. 
Muitas pessoas sabem da importância dessa data, pregam para os seus filhos como foi a vida do nosso eterno personagem religioso, contudo ao chegar essa época, não parecem lembrar do martírio de Cristo, constatamos isso ao vermos o comportamento de muitas pessoas durante as festividades, percebemos que existe algo fora do lugar. 
Caravanas de pessoas se juntam aos seus familiares, muita gente viajando, carregando litros de vinho e quilos de Ovos de Páscoa. 
As pessoas saem pelas estradas, muitas vezes já bebem desde a saída de suas residências, dirigem de qualquer forma, não respeitam os outros motoristas, perpetram todos os tipos de infrações ao volante, até chegarem aos seus destinos. 
Reúnem-se comemoram com muito vinho, tira-gostos e presenteiam muitos ovos de chocolates, quanto maior o ovo melhor, se tiver brinquedinho, aí vai ser completo. 
A Semana Santa para muita gente, se resume nisso e nunca será pouco comentar sobre como a nossa sociedade se declina encima do vício. 
Vamos refletir sobre o que pretendemos passar para as próximas gerações, onde todos têm o livre arbítrio de comemorar a ressurreição de Cristo, contudo não têm o direito de transformar essa época em Festa do Ovo. 
Celebremos a nossa fé em Cristo com paz no coração e lembremos que a bondade do criador serviu para nos unir e não nos matarmos em “comemorações etílicas” e desastre nas estradas. 



Marcelo de Oliveira Souza, IWA
Organizador do Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS

lundi 30 mars 2015

III PRÊMIO VARAL DO BRASIL DE LITERATURA

Não é preciso experiência...
Os textos não precisam ser inéditos...
Você só precisa gostar de escrever!






PROJETO SUSTENTABILIDADE CONSCIENTE NAS ESCOLAS PÚBLICAS 2015 - RJ

CATÁLOGO GERAL ARTE RECICLAGEM

BOM DIA, MEU NOME É CARLOS ALVES BARBOSA, 42 ANOS, SOU ARTESÃO E ESCRITOR, ESTOU EM BUSCA DE PATROCINADORES E PARCERIAS PARA REALIZAR UM GRANDE PROJETO SUSTENTÁVEL, A RECEITA VIRÁ ATRAVÉS DE PRODUTOS ECOLÓGICOS CRIADOS PARA O USO DIÁRIO COMO POR EXEMPLO SACOLAS RECICLAGEM, DIVERSOS ARTIGOS COMO CAMISAS, COPOS, AGENDA, CADERNOS DE ECOLOGIA, BRINDES DIVERSOS. O PROJETO SERÁ SOCIAL EM PARCERIAS COM ESCOLAS. O PROJETO PODE SER TAMBÉM UM NEGÓCIO SOCIAL;
VEJA PROJETO COMPLETO:
VENCEDOR DA SEGUNDA EDIÇÃO DO PROJETO SUSTENTABILIDADE 2012 NO CRITÉRIO EDUCAÇÃO TRANSFORMA LIXO EM ARTE ECOLOGIA.
AGUARDO RESPOSTA PARA ENTREVISTA!
CARLOS A.BARBOSA ESCRITOR E ARTESÃO


BEIJO

Pensando em você, eu pensei no seu beijo!
Nesse beijo gostoso, cheio de prazer!
Que só você sabe dar,
Que só você sabe fazer.
***
Esse beijo que enlouquece os meus sentidos,
Esse beijo que me enche o coração,
Esse beijo que para mim não tem segredo,
Pois o conheço com bastante exatidão.
***
Esse beijo que outros não provaram,
Não conhecem e jamais conhecerão...
Esse beijo para mim já é divino,
Como o tango, a valsa e a canção...


Vivaldo Terres

60 Dicas para um Lar Feliz e Transformador

É possível mudar o mundo a partir do seu lar? Tem gente que acredita que sim e aposta na felicidade e na harmonia como mola propulsora para isso. E como ter um lar feliz? As dicas são muitas. O consultor Julio Sampaio escreveu o livro 60 Dicas para um Lar Feliz e Transformador, publicado pela Editora Ponto Vital. Segundo ele, cada um de nós tem a chave para encontrar o equilíbrio dentro da família.
A felicidade que é objetivo de cada um de nós, independente de nossas crenças e desejos. Pode-se dizer que um mundo feliz seria o desejo da própria humanidade. No entanto, este mundo não poderá será criado de cima para baixo, por uma organização internacional, por exemplo. Ele deverá ser construído pela formação de lares felizes, nos seus diversos formatos possíveis.




Como construir um lar feliz e que contribua para a transformação do mundo ao seu redor? Como cuidar da relação entre o casal? Qual a importância dos detalhes? Como manter acesa a chama e fazer do dia a dia um aliado na permanente renovação do relacionamento? E como lidar com os filhos? E os desafios financeiros e profissionais? Quais as principais ameaças à construção de um lar feliz e como se defender delas? Como agir nos momentos de separação? 
A obra não tem a pretensão de colocar verdades absolutas, apesar de apresentar o conteúdo no formato de dicas, como se fossem. Como um conjunto que vai sendo descoberto é também uma proposta em aberto, sendo o leitor convidado para também oferecer suas contribuições. Quer dar sua contribuição?Acesse o facebook 60 Dicas Lar Feliz:
pt-br.facebook.com/pages/60-Dicas-Lar-Feliz/1508367012723761
Eis algumas dicas que podem melhorar a sua vida:
1.       Faça o outro sonhar!
2.       Não permita a criação de triângulos amorosos. As suas conseqüências podem ser muito graves.
3.       Comunique-se sempre com quem você ama, se possível, todos os dias. Não importa a distância física.
4.       Fuja da chamada briga de casal. Dialogue, negocie, mas evite brigar. Domine a ira, que só causa constrangimentos.
5.       Não confunda amor com apego, que não é um sentimento positivo.
6.       Procure não tentar mudar o outro. Pode ser uma das maneiras de melhorar a si mesmo.
7.       Dê importância aos detalhes.
8.       Cultive o princípio da reciprocidade. Busque oferecer mais do que receber.
9.       Desfrute ao máximo os momentos mágicos. Eles não são eternos.
10.   Não economize declarações de amor.



Se você quiser adquirir um exemplar do 60 Dicas para um Lar Feliz e Transformador, vá no site da Editora Ponto Vital: www.editorapontovital.com.br

vendredi 27 mars 2015

VENHA PARA O SALÃO DO LIVRO DE GENEBRA EM 2015!







jeudi 26 mars 2015

CONCURSO LITERÁRIO INTERNACIONAL

Participe do III Prêmio Varal do Brasil de Literatura 2015 - Genebra - Suíça

Peça o regulamento pelo e-mail varaldobrasil@gmail.com ou
leia em nosso site www.varaldobrasil.com na seção Concursos.

Serão premiados:

Textos infantis
Poemas
Contos e
Crônicas


Noites de céu estrelado



Faz tempo que tudo passou.
Mas a lembrança em mim permaneceu,
Jamais podia esquecer aqueles momentos lindos...
Que foram vividos entre você e eu.
***
Daquelas noites de céu estrelado.
Em que o seu jardim...
Com as flores a nos perfumar,
E com o cair da noite...
Sem que percebêssemos.
O fino orvalho estava a nos molhar.
***
Entre beijo e santos carinhos.
Carinhos esses que estava há nos mostrar,
Que em baixo do céu cheio de estrelas.
E ao lado de um jardim a perfumar!
***
E com a relva a nossos pés...
Não existia lugar melhor,
Para nos amar!
Vivaldo Terres


Condições do amor...



Infeliz quem não ama,
Quem de fato não se propõem tal direito,
Não verá os próprios olhos rutilar, quando,
Frente a frente com o Criador, tiver maior
Vontade para O entender,
Afinal, não foi optante pelo amor, que pena,
Assim não o desejou buscar na imensidão que
Há em si próprio,
Esquecendo quão poderosa luz seus mistérios
Contêm, não se propôs a desvendá-lo com
Um perfil de santificado prazer,
Almas que se aquietam se obscurecem, está
Explicado, não desejam mergulhar nesta luz
Que dissipa vazios e dores surgidos ao longo
Do tempo,
Insistem em atos insensatos, não se oferecem
À constante brandura que sabemos contida
Nas profundezas do divino poder, de fato,
Há tantos assim pensando: o céu é simples
Azular de matizes que nuvens abriga ao sabor
Das ricas brisas em contínua mutação,
É verdade clara e absoluta, precisamos amar,
Fazer divisas com as paralelas traçadas no éter,
Nosso coração somente se satisfaz quanto melhor
Lhe chegar a luz mostrada por Deus, e uma vez
Assim definido, outro nome não há que em si
Tanto poder concentre, sabemos ser o amor,
Infeliz de quem insistir optando por esquecê-lo
Tão sombriamente quanto nenhum de nós ousou
Um dia pensar...!!!    




José Roberto Abib – Capivari, 03/03/2015

Moisés Saturnino, Vítor César e Gabriel Lacerda - Revelação jovem da música intrumental no "Ponto & Vírgula"

         Olá, amigos!  Não se esqueçam...
            Hoje, ao meio dia, no Ponto & Vírgula, da TVRP e no mesmo horário, neste site: http://tvrp.com.br/home/
           
            O Poeta de Ontem: Manuel Bandeira - Poema: Hiato
            O Poeta de Hoje: Guilherme Mapelli Venturi - Poema: Amo-te!
            Revelação de jovens talentos da música instrumental:
            Moisés Saturnino da Silva (piano digital)
            Víctor César (Violino) e Gabriel Lacerda (Violino)
           
            Imperdível!
           
            PS:  Os que não tiveram a oportunidade de ver o programa anterior  (Entrevista com Dr. Camilo Xavier e Lau Batista ) poderão ver, clicando aqui...   

Curtam nossa página no Facebook www.facebook.com/programapontoevirgula
 e acessem nosso site www.programapontoevirgula.com

Reprises do Ponto & Vírgula na TVRP ou pelo site http://tvrp.com.br/home/
Sexta-feira:  22h30
Sábado: 16h30
Domingo:  17h30
Quarta-feira: 23h30
e horários alternativos.

 TV MAIS ou pelo site: http://www.tvmaisribeirao.com
Sexta-feira: 20h

e horários alternativos

mercredi 25 mars 2015

DIA MUNDIAL DA POESIA NA ONU

Ontem fui participar do World Poetry Day (Dia Mundial da Poesia) realizado na ONU e organizado pela Missão Permanente de Omã e pela própria ONU.
Foi maravilhoso ouvir poemas em dezenas de línguas (árabe, russo, inglês, francês, espanhol, vietnamita, entre outros idiomas), a poesia se expressando verbalmente, mas também espiritualmente entre todos aqueles poetas e todos os convidados presentes.
Agradeci a todos aos organizadores e aos poetas e apreciadores presentes e declamei meu poema,com muito orgulho, no nosso belíssimo Português. Fui a única representante do Brasil e isto me deu muito orgulho no coração, pois levar nossa língua cada vez mais adiante é e sempre será meu objetivo maior!

Jacqueline Aisenman
Editora do Varal do Brasil









mardi 24 mars 2015

JORNALISMO: GLAMOUR OU RALAÇÃO?


As jornalistas  Marilua, Carla e Cláudia ( da esquerda pra direita) já lançaram a obra em Manaus, no último dia 26 de fevereiro, na Academia Amazonense de Letras. Mais de 150 pessoas participaram do evento e a imprensa deu ampla cobertura. Agora será a vez de Curitiba. O lançamento na capital do Paraná será no dia 31 de março, no Solar do Rosário, às 19 horas.

1 – Como surgiu a ideia do livro?
Carla Castello Branco: Estou na reta final do Mestrado em Educação da PUCPR, e se faz necessário escrever e reescrever a dissertação, publicar artigos, e produzir livros. Devido a esse ritmo de estudo e pesquisa, tive a ideia de convidar Cláudia e Marilua para juntas contarmos as nossas histórias vividas como profissionais da comunicação. Curitiba nos acolheu muito bem e nós nos ajudamos muito aqui. O livro descreve as alegrias e angústias de quem escolhe a profissão, colabora com a formação dos alunos de jornalismo e instiga a criatividade e senso crítico para a elaboração da notícia dos veteranos que atuam em diversos veículos.
2 – Vocês contam no livro 36 histórias. Qual foi o critério para a seleção dessas histórias e qual é a história que é considerada como a melhor para cada uma das três?
Cláudia Moreira: Histórias não faltam, é verdade. Selecionar uma não seria tarefa fácil já que todas têm um lugar na memória e no coração da gente. Para ser sincera, faltou foi espaço para falar mais. Minhas aventuras passam pela Rio + 20, CNN,  Manaus, São Paulo, Alemanha. O importante é que em cada lugar, eu aprendi, ralei e agora, posso passar minhas experiências. Muita risada, muito choro, muito trabalho. Glamour? Às vezes, ele aparece e é bom demais! Este aqui, por exemplo, é um dia glamouroso.
Marilua Feitoza: Não existe uma, mas sim, várias histórias que marcaram minha trajetória na televisão. Uma delas é a aventura que vivi em uma viagem rumo a Alter do Chão, em Santarém. Na época, era repórter da TV A Crítica, e embarqueicom o meu cinegrafista e 8jipeiros do Jipe Clube de Manaus. De jipe, percorremos a BR 319 e a Transamazônica enfrentando muitas dificuldades como dormir no meio do mato, passar dias sem banho e se alimentar de forma restrita. Marcou muito para mim as entrevistas que fizemos com as famílias que moram às margens das estradas esburacadas, pessoas que vivem em situação precária, sem nenhum amparo do governo.
Carla Castello Branco: Tive que fazer uma espécie de memorial pessoal e em cada capítulo distribuir as experiências mais marcantes. A gente acaba esquecendo alguma coisa, ainda mais quando trabalhamos com deadline. Sem dúvida, em nossa trajetória são milhares de acontecimentos, mas quem sabe em uma próxima edição contamos os outros fatos que ficaram de fora. Pra mim, não existe uma história melhor que a outra. São ciclos de vida que se complementam e nos tornam pessoas melhores.

3 – Vocês chegaram ao Sul por caminhos diferentes, certo? Contem como foi a transição AM-PR de cada uma de vocês.
Carla Castello Branco: Não sei se exatamente a mais difícil, porém posso afirmar com toda certeza que foi uma das decisões mais importantes da minha vida. Ficar longe de amigos de longa data e família não são tarefas fáceis. Encarar o inverno rigoroso de Curitiba sozinha, não é pra qualquer um. Mas quando fui aprovada nas 04 fases em um processo seletivo do mestrado, para uma linha de pesquisa que tinha apenas 01 vaga e me tornei bolsista, passei a entender melhor o que Deus tinha reservado pra mim.  
Marilua Feitoza: A vida me reservou algo inesperado: me apaixonar por um curitibano. Mesmo estando profissionalmente estabilizada em Manaus, aceitei o pedido de casamento do Guilherme e vim morar em Curitiba. No início a adaptação foi difícil. Nos primeiros 6 meses, viajava mensamente para deixar gravado o programa No Salto Alto, em Manaus e ainda conciliava o trabalho de gerente de marketing em uma empresa de Curitiba.  Há 4 anos morando na capital paranaense, me sinto feliz e realizada na vida profissional e pessoal.
Cláudia Moreira-: O meu caminho foi o coração. Reapaixonei-me pela vida e pelo meu companheiro, Julio Sampaio, que já morava em Curitiba. Estava cansada da monotonia e de anos de televisão em Brasília e resolvi me reinventar. Gosto de me aventurar naquilo que acredito ser bom. Se tudo desse errado, não teria problema em voltar. Mas, precisava tentar trilhas novas. Estou aqui há um ano e meio. E bem feliz!
4 – Como foi o processo para escrever a obra? Quanto tempo durou?
Marilua: O livro passou por três etapas distintas. A primeira, que iniciou no início de dezembro de 2014, consistiu no levantamento das histórias que marcaram a vida profissional de cada uma das autoras. A segunda etapa envolveu a revisão dos textos e a terceira e última etapa, a diagramação e impressão do livro. No total, foram três meses de produção da obra.

5 – Em relação ao jornalismo atual e o jornalismo do início da carreira de vocês, qual a principal mudança que vocês explicitam ao leitor, por meio do livro?
Cláudia Moreira: a mudança é total. Mostro como usava o meu gravador da Rádio Nacional, que precisava desatarrachar a boca do telefone fixo para passar as entrevistas. Tem as fitas Beta de televisão que carregávamos na bolsa; falo que não conseguíamos editar o material fora da emissora, pois não havia ainda um programa de computador pra isso. Hoje a tecnologia é uma aliada. Temos como fazer transmissões ao vivo com uma mochila, o chamado mochilink. A rapidez da notícia é tudo.  Além disso, a gente acompanhou a mudança no jeito de fazer TV. Antes, era tudo muito sério, formal. Hoje, os apresentadores precisam ser mais soltos, sorridentes. O jornalismo tem se mostrado um aliado nas denúncias de corrupção e um canal para a comunidade gritar erros e desmandos em diversas áreas. Isso era meio surreal no passado.


6 – Qual mensagem vocês deixam tanto ao calouro de comunicação quanto ao veterano do ramo?
Cláudia, Carla e Mariula: A mensagem é simples: estudem. Tenham disciplina, sejam curiosos, não se acomodem. Acreditamos que o jornalismo e a nossa alma inquieta precisam de dinamismo, novas maneiras de fazer, de pensar. Devemos ser éticos e amar o ser humano. Dosar a razão e a emoção. Todo mundo tem espaço para crescer é só querer e correr atrás do que acredita. O mercado está aí querendo profissionais competentes, criativos, inovadores. Dar certo na profissão depende fundamentalmente de você!


Lançamento do livro: “JORNALISMO: GLAMOUR OU RALAÇÃO”?
Jornalismo: glamour ou ralação? A obra é do trio de jornalistas Carla Castello Branco, Cláudia Moreira e Marilua Feitoza e tem o selo da Editora Ponto Vital. Já foi lançado em Manaus e agora está com lançamento previsto para Curitiba, no dia 31 de março.
                As autoras possuem dois pontos em comum: o Amazonas e o jornalismo. Aliás, três: moradia fixa em Curitiba. As jornalistas chegaram ao Sul do país por caminhos diferentes, porém por obra do destino e escolhas que fizeram, os seus caminhos se entrelaçaram.
O público alvo da obra não é apenas o calouro do curso de comunicação, mas também o veterano, que busca informação e troca de experiências com os profissionais da área. Contudo, a intenção principal é contribuir com a formação do acadêmico, instigá-lo a novas descobertas e em especial, enriquecer a percepção do leitor ao viajar em cada uma das 36 histórias apresentadas.
No decorrer das páginas, o leitor será transportado a um mundo de bastidores, onde os erros, os obstáculos e as frustrações aparecem como algo real, embora quase nunca cheguem ao conhecimento do público. Será possível entender melhor os percalços de uma cobertura jornalística, do trabalho das equipes para gerar uma notícia de alguns minutos em TV, os improvisos e também o lado humano das jornalistas com pinceladas de assuntos pessoais.
Sem muita formalidade, cada uma, a sua maneira, detalha fatos que vão delineando o dia a dia de um repórter. Os episódios vão gerar gargalhadas, perplexidade e entusiasmo. O livro está sendo comercializado por 35 reais. O site da livraria virtual é: www.editorapontovital.com.br





CONVITE PARA LANÇAMENTO


HOJE NA ONU, COMEMORAÇÃO DO DIA DA POESIA



vendredi 20 mars 2015

Primavera chegando

Olá amigos,

Logo será primavera por aqui e poderemos, enfim, dar adeus ao inverno! Dentro de dois dias, a mais bela estação do ano nos visitará e trará com ela o sol e o perfume das flores que desabrocharão!
Faltando menos de duas semanas para encerrarmos as inscrições para o Salão Internacional do Livro e da Imprensa de Genebra 2015 (29 de abril a 3 de maio) lembramos que sempre haverá ainda um espaço para você e para seus livros. Mas... infelizmente... após o dia 31 de março não será mais possível aceitar candidaturas para autógrafos. Pense bem, vale a pena! Mesmo que não possa vir pessoalmente, inscreva seus livros para serem divulgados aqui! Todas as informações no nosso e-mail varaldobrasil@gmail.com
Para o III Prêmio Varal do Brasil de Literatura, nada mais fácil: leia o regulamento no site do Varal (www.varaldobrasil.com) ou peça aqui pelo nosso e-mail. E quem sabe será você o premiado em uma das categorias concorrentes (poesia, contos, crônicas e textos infantis). Brilhe, inscreva-se!
O livro Varal Antológico 5 acaba de sair da gráfica! Ficou lindo! Em breve o lançamento aqui em Genebra durante o Salão do Livro! Para os que querem saber sobre o Varal 6, aguardem as inscrições para maio próximo!
Semana que vem encerram-se as inscrições para participação na edição de maio de nossa revista que virá com tema livre. Não esqueça de enviar o seu texto viu! varaldobrasil@gmail.com
Vejam estes vídeos do Varal:
Salão 2014, Momentos:
Apresentação dos autores 2015: https://www.youtube.com/watch?v=ZYBDHBvmMT0
E muitos mais vídeos aqui:


Queridos amigos, obrigada por receber esta cartinha informativa!


jeudi 19 mars 2015

VEJA ESTES VIDEOS DO VARAL DO BRASIL!

MOMENTOS INESQUECÍVEIS DO VARAL DO BRASIL NO SALÃO DO LIVRO DE
GENEBRA 2014

https://www.youtube.com/watch?v=0DNpTKYx2fo


VARAL DO BRASIL APRESENTA SEUS AUTORES PARA O SALÃO DO LIVRO DE
GENEBRA 2015!

https://www.youtube.com/watch?v=ZYBDHBvmMT0




III PRÊMIO VARAL DO BRASIL DE LITERATURA - GENEBRA/SUÍÇA

LIVRO DE DOMINGOS GONDEK

O livro “Monte sua própria empresa de factoring” é um verdadeiro manual, publicado pela Editora Ponto Vital, para quem quer entrar neste ramo de fomento mercantil. Aqui, o leitor vai aprender as primeiras definições sobre factoring, como constituir a pessoa jurídica, passando pelas fontes de recursos, despesas, contratos, análises de crédito, recursos humanos, cálculo para achar o fator de compra ideal e ponto de equilíbrio, além de planilhas para compra de títulos.
Segundo um levantamento da Anfac (Associação Nacional das Sociedades de Fomento Mercantil – Factoring), existem mais de 6 mil empresas que se intitulam factoring, mas a maioria atua sem nenhum compromisso com regras.
O autor Domingos Gondek acredita que este é um negócio que pode se tornar muito lucrativo e compensador, já que fomenta outras empresas, estimulando a contratação de mão de obra e criando riquezas para o crescimento do nosso país. Por meio de uma linguagem simples e clara, Gondek conversa com o leitor, fazendo um passo a passo descomplicado para montar uma empresa de factoring.
Este livro é especialmente recomendado para empresários e investidores. Mas, será de grande utilidade para profissionais nas áreas de finanças, estudantes, advogados e juízes. O livro vem de encontro à você que possui um capital e gostaria de abrir uma empresa de factoring, administrá-la bem, fomentar o mercado e ainda ganhar dinheiro.
Ficou interessado? Você poderá adquirir um exemplar pelo site www.editorapontovital.com.br e o frete é gratuito. O valor do livro é de 69,90.

Nota sobre o autor

Domingos Gondek é administrador de empresa, advogado e contabilista. Realizou diversos cursos de especialização, entre eles, Controladoria e Sistemas Gerenciais e Finanças Avançadas. Trabalha desde 1997 com empresas de factoring, nas áreas de controladoria administrativa, financeira e informática. Foi membro do Conselho de Ética (2007) e membro efetivo do Conselho Fiscal (2008/2011) do Sindicato das Sociedades de Fomento Mercantil – Factoring do Estado do Paraná.


CONVITE


Dr. Camilo Xavier e Lau Batista no "Ponto & Vírgula"

            Olá, amigos!  Olha o meu recadinho!
            Hoje, ao meio dia, no Ponto & Vírgula, da TVRP e no mesmo horário, neste site: http://tvrp.com.br/home/

            1º Bloco:
            A Poeta de Ontem: Florbela Espanca - Poema:  Os teus olhos
            A Poeta de Hoje: Adriana Aneli Costa - Poema: Interlúdio Amoroso
            Entrevista com Dr. Camilo Xavier sobre a “Incubadora Cultural”

            2º Bloco
            Entrevista com Lau Batista, Fundador e Diretor da Editora Coruja.
           
            Imperdível!
           
            PS:  Os que não tiveram a oportunidade de ver o programa anterior  (Entrevista com Dra. Sheila Santiago, Gustavo Molinari e Quiquita Pileggi) poderão ver, clicando aqui...  https://www.youtube.com/watch?v=0b2gg0Jnigw

Curtam nossa página no Facebook www.facebook.com/programapontoevirgula
 e acessem nosso site www.programapontoevirgula.com

Reprises do Ponto & Vírgula na TVRP ou pelo site http://tvrp.com.br/home/
Sexta-feira:  22h30
Sábado: 16h30
Domingo:  17h30
Quarta-feira: 23h30
e horários alternativos.

 TV MAIS ou pelo site: http://www.tvmaisribeirao.com
Sexta-feira: 20h
e horários alternativos







Irene Coimbra 
Produtora e Editora - Programa e Revista Ponto & Vírgula
Skype: a.poetisa | www.facebook.com/programapontoevirgula

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...